Daniel Zé agita noite de sexta com show no Baderna Bar


Setlist será baseado no disco “Calma Karma” 

- A gente adora música boa, e você? Mas o que a gente adora ainda mais é música boa com preço acessível. Para quem está sem planos para essa sexta à noite (28), o À Paulista dá a dica: o músico Daniel Zé fará uma apresentação no Baderna Bar, apresentando as músicas de seu novo disco Calma Karma, além de visitar também as principais músicas do álbum Memórias Meio Inventadas. Tudo isso com ingressos à R$10!



Em Calma Karma, o artista busca retratar temas do cotidiano como, por exemplo, relacionamentos, espiritualidade e vida na rotina caótica da metrópole ao longo das dez faixas do disco.

Além do show do músico, o evento conta ainda com a exposição “E$TOPIM” de Renan Oliveira e o show de Rafael Elfe, artista carioca que apresenta o EP “As coisas do porão” para fechar a noite.

Para quem quer ir:
Evento: Daniel Zé e seu rock com influência dos anos 80 à literatura
Local: Baderna Bar - Rua Oscar Freire, 2529 - São Paulo.
Data: 28/07 – sexta-feira
Horário: 19h às 23h
Ingressos: R$ 10 

Para saber mais sobre o artista:
Daniel Zé começou aos sete anos de idade, quando, deslumbrado com o “boom” do rock da década de 80, arriscava os primeiros acordes no violão. A brincadeira de tocar o instrumento era comum, mas quando viu a banda Guns N' Roses no Rock in Rio (1991) não teve mais dúvida de qual profissão queria seguir: músico. “Naquela época eu queria ser o Slash”, brinca. Estudou música no conservatório Universidade Livre de Música (ULM), onde teve aulas com o renomado professor Olmir Stocker, o Alemão. Participou ativamente de bandas como, por exemplo, Killers, Red Fox e Clave de Clóvis”. Em 2013, seguiu em carreira solo. Lançou o primeiro disco, Memórias meio Inventadas, em 2014. No ano seguinte, lan&ccedi l;ou os singles Não e Alessandra Negrini e Eu, que estão disponíveis no YouTube. Daniel Zé é rock n roll, mas carrega influências de música brasileira, original funk e indie.     

Nenhum comentário:

Postar um comentário