Com casa cheia, Maneva comemora 12 anos


A banda de reggae Maneva começou cedo, foi atrás dos seus objetivos e conquistou seu lugar como uma das melhores do estilo. Para comemorar seu aniversário de carreira, escolheu uma noite de sexta-feira na Audio Club, com um público fiel, que chegou  a pagar R$ 90 nos ingressos. Na madrugada de 31 de março a casa estava cheia e os fãs ansiosos para cantar junto com um dos grupos mais simpáticos e cheios de personalidade de atualidade.

A noite começou com os convidados especiais do Maneva. Quem se apresentou primeiro foi o Deko e sua banda (Marcelo - baixo, Lucas - guitarra e Vinicius - bateria). O sorridente e carismático cantor agitou a galera e fez as coisas esquentarem para os parceiros que viriam depois. Com o público ainda chegando, Deko cantou sucessos como "O Tempo" e "Depois da Chuva" e recebeu Arlis, da banda Só Vibe, Tuffão e Mautari, que mandou um beatbox e deixou a galera alucinada ao fazer um som que, indubitavelmente, lembrava uma perfeita música eletrônica.



Foto de Débora Laís

Depois foi a vez de Gabriel Elias dar o ar da graça. Com a sua voz inconfundível e toda a sua energia positiva, cantou canções como "Pequena Flor", "Anel de Coco" e "Solar". Pra completar mandou um pouquinho de "Me Namora" e "Desenho de Deus" para a galera relembrar.



Foto de Débora Laís

E o Gabriel foi um amorzinho com a nossa equipe. Depois da apresentação, recebeu o À Paulista em seu camarim para um bate-papo rápido. Na conversa, o mineiro contou como se sente em poder receber o carinho dos fãs pessoalmente. "Estar no palco é diferente, podemos ter o olho no olho, sentir o calor...E isso é uma realização pra gente, transformar algo virtual em real", explica o cantor.

Para fechar e levar a Audio Club (já cheia) ao delírio, Maneva subiu ao palco por volta de 2h. E, claro, como o Gabriel Elias havia adiantado em sua apresentação, o grupo é um dos mais autênticos da atualidade. "O Maneva é o que eles cantam", disse sobre os colegas, que viraram seus parceiros de estrada há cerca de um ano.



Foto de Débora Laís

Com quase duas horas de gogo afiado, Tales recebeu Adonai, Ana Gabriela e Rodrigo Piccolo, do Mato Seco, que fechou com chave de ouro a madrugada mais reggaeira de março na capital paulista.

Entre as canções rolaram "Êxodo", "Meu Pai é Rastafari", "Saudades" e todos os maiores sucessos desses 12 anos de carreira com o acompanhamento do coro afinado da galera.

Teve luta, desafio e correria, mas o Maneva conseguiu alcançar seu espaço na mídia, e segue de cabeça erguida fazendo o que gosta sem perder a sua essência. É por isso que vocês tem cada vez mais o nosso respeito!

É claro que devemos dar o devido destaque para a organização, segurança e estrutura da Audio Club, que é hoje uma das melhores casas de São Paulo.


Texto por: Débora Laís
Descobriu a paixão pelo jornalismo quando entendeu o que o profissional da área realmente faz. Apaixonada por conhecer pessoas, conversar e viajar, já fez amizade até em velório. Pensou várias vezes em seguir outros rumos e arriscar outras profissões, mas acaba caindo nas garras do jornalismo direta ou indiretamente. Com passagens por redações grandes e pequenas, atuou em sites com hardnews, cobrindo todas as editorias. Atualmente é assessora de imprensa e toca um projeto pessoal no Instagram, o @deboraviaja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário