Budweiser Basement: um lugar repleto de boas sensações

Foto de Fernanda Uehara
Coisas que as marcas de cerveja têm apostado, e que estão dando muito certo, são as ações para divulgar seus nomes. Elas vêm cercadas de arte, cultura, alternatividade e aquela pitada essencial de verão.

Eu, que já sou adepta desse tipo de rolê alternativo, já frequentei algumas dessas ações, mas confesso que a que mais me impressionou foi a da Budweiser, que ainda está rolando.

O Budweiser Basement soube ambientar um galpão na Barra Funda, Zona Oeste da selva petrificada, no melhor estilo streetwear, para fazer o melhor open bar da história. 

A quadra de basquete, as motocicletas, muitas coisas feitas em pallet (como banquinhos e mesinhas), os barris de lata da marca como mesas para nossas cervejas e o orelhão todo pixado remetem muito às ruas periféricas mais simpáticas dessa cidade.

O paredão todo em ferro com inúmeras letras em ímã para formarmos palavras, era o cenário ideal para escrever aquele recado e fazer a foto. Claro que o #ÀPaulista foi marcado ali. Mas sabem qual foi a frase campeã de compartilhamento nessa parede? "Fora, Temer". Sei disso, porque fui em dois dias de evento e vi fotos do mesmo em outras ocasiões. Parece mesmo que temer o atual presidente da república não está no dicionário dessa galera.

Sabem o que não podia faltar? Um estúdio de tatuagem e uma barbearia. Isso mesmo, o que outras marcas de cerveja não fizeram, a Budweiser fez. E tudo de graça, era só passar lá e agendar sua sessão ou corte de cabelo e barba.

Tudo muito bem organizado, o espaço, mesmo cheio, não era sufocante, de fato, respeita o limite de capacidade. Também possui uma área de fumantes bem avantajada e com estande de cigarros Dunhill a um preço super justo, apenas R$ 7!

Ah, como podia me esquecer do principal? Música, gente! O que rege esse evento é o Rock. Tudo bem que cerveja combina com tudo, mas com Rock'n Roll é clássico, né? Por isso, DJs levam setlists recheadas do estilo musical e bandas também apresentam-se. Mas isso não impede que o Jazz e um pouco de Hip-hop invadam a casa, é só acompanhar a descrição de cada dia e ver o que vai rolar.

O open magia

Como cada dia de evento é feito por uma produtora diferente, pode ser que haja open bar a noite toda, pode ser que seja apenas em um período ou que nem seja open, mas vale super a pena.

Quando o open acaba ou não existe, as long necks custam apenas R$ 5. Onde mais vocês vão encontrar Budweiser por esse preço?

Já quando o open está rolando ou é all night temos de lembrar de nos alimentarmos, não é mesmo? (Eu me esqueci disso no primeiro dia e acabei dando aquele PTzinho de leve). Para resolver esse problema, há a hamburgueria Tradi dentro do local, com dois tipos de lanche e batata frita.

Como ir

O evento vai até este domingo, então, se vocês quiserem ter a experiência de um rolê perfeitamente agradável, podem comprar seus ingressos nesse link aqui.

Estão esperando o que, gente? O texto já acabou, corram lá para o evento que ainda dá tempo de curtir.

Imagens






Nenhum comentário:

Postar um comentário