#EspecialLollapalooza - Dicas para aproveitar bem o festival


Depois da nossa semana falando sobre as melhores atrações e como ir confortável ao Lolla (Leiam todos os posts aqui: https://goo.gl/0J59Oa), hoje vamos focar no ponto principal: como aproveitar o máximo possível do festival!
Festas deste porte são incríveis e podem garantir memórias e fotos inesquecíveis para vocês e, pensando nessa experiência, reunimos algumas dicas para você que vai ao festival pela primeira vez ou para quem foi nos últimos anos, mas ficou com aquela sensação de “acho que não curti o suficiente”.

1. Os ingressos (Vamos comprar mais barato, gentem)

Começando do início: você já garantiu os seus ingressos para o Lolla? A festa acontece daqui dois meses, nos dias 25 e 26 de março, e as entradas estão à venda há alguns meses, através do site da Tickets For Fun. 

Os preços não são aqueles mais agradáveis para as carteiras, não é mesmo? Por isso nós temos uma dica maravilhosa para vocês! Toda quinta-feira a Tickets For Fun realiza o “Quinta 2 por 1”, onde, como o nome diz, eles oferecem dois ingressos de shows e peças, por exemplo, pelo preço de um. Tem como não amar?

Para quem não paga meia, esse recurso é sensacional! Você pode dividir o valor com um (a) amigo (a), ou comprar o Lollapass de dois dias pelo valor de um. Então fiquem de olho nas redes sociais da Tickets ou se cadastre para receber as Newsletter deles, assim chegará no seu e-mail o link certinho para comprar os ingressos. 

Esse ao não teremos os convitinhos físicos, quem ama guardar, sinto muito. Mas serão pulseiras AXE Lolla Cashless que, além de servir como sua entrada no Autódromo, também será recarregável com dinheiro para você gastar lá! (Veja todos os detalhes aqui: https://goo.gl/95SzDX)


2. Vá de transporte público

Muita gente + ruas de São Paulo = horas paradas no trânsito.

As ruas no entorno do Autódromo ficam impossíveis durante do Lolla, além das horas passadas tentando chegar ao local, você ainda vai demorar para chegar ao estacionamento, passar mais um tempinho para achar uma vaga enquanto já poderia estar lindamente lá dentro bebendo e aproveitando!

Vá de metrô até a estação Pinheiros, da linha amarela, e pegue o trem da linha 9 – Esmeralda, sentido Grajaú, e desça na estação Autódromo. Prontinho! Chegando lá você vai andar um pouquinho, mas já aproveita para ir conversando com as pessoas, bebendo um pouquinho, até olhando uns óculos no camelô, caso tenha esquecido o seu. (Não que eu tenha feito isso hahahaha)


3. Decida o que quer assistir

Pode parecer algo bobo, todo mundo sai de casa querendo ver alguma apresentação específica e a vê, certo? Nem sempre, migos. “Ai meu Deus, quanta coisa” foi a primeira coisa que eu pensei quando entrei no Autódromo de Interlagos. A infinidade de shows e atividades do festival deixa todo mundo meio maluco, então é fácil se perder um pouquinho.

No ano passado várias pessoas estavam distribuindo, durante o festival, flyers com as atrações, palcos, horários e tudo mais. Com esse super mapinha dá para você e seus amigos analisarem quais shows querem ver e fazer um bom planejamento de onde ir e quando correr para não perder aquela apresentação especial.

Ah, e lembre-se que o local é gigante e um palco é distante do outro.


4. Leve apenas o necessário

Sabemos que tem gente que não sabe viver com uma bolsinha pequena, certo? Mas pense que você vai carrega-la o dia inteiro, para todos os cantos, enfrentar multidões, correr, pular e... ufa, já cansei! Menos é mais, lindos.

E não esqueça que como muitos shows, há diversas coisas poribidas e que você não vai conseguir entrar com no festival, mesmo que tenho todo jeitinho do mundo. Entre os objetos proibidos estão:

Garrafas, latas, bebidas, utensílios de armazenagem, embalagens rígidas com tampa, capacetes, cadeiras ou bancos, armas de fogo, armas brancas, objetos pontiagudos, cortantes e/ou perfurantes, fogos de artifício, objetos de vidro

• Câmeras fotográficas ou filmadoras profissionais ou com lente destacável. Cartazes feitos com papelão grosso e/ou fixados a madeiras, canudos rígidos, etc;

• Animais – exceto cães guias identificados e acompanhados de portadores de deficiência visual;

• Bastão para tirar foto;

• Substâncias inflamáveis, corrosivas

Vamos não ser barrados no portão ou ter que jogar coisas foras? Vamos sim!


5. Curta como se não houvesse amanhã

Você tem problemas da faculdade pra resolver? O trabalho está um saco? A vida ta chata? Oh, well... isso dá para ser resolvido depois! No momento em que estiver no Lolla só pense em como aquela experiência é importante para você e, sem dúvida, será algo inesquecível!

Entre no clima do lugar, faça fotos de todas as maneiras que quiser, fique amiga(o) de pessoas desconhecidas, dance com aleatórios, beba e se divirta. 

No dia seguinte, mesmo com todas as dores na perna (acredite, você vai ficar com dor na perna), o único sentimento que você pode ter é de: FUCK YEAH! 








Em todas as fotos: As melhores editoras que vocês respeitam

Nenhum comentário:

Postar um comentário