#EspecialLollapalooza – As atrações mais aguardadas


Ontem começamos o nosso especial Lollapalooza falando sobre os queridos headliners desta edição, que tem nomes de peso como Metallica e The Weeknd. (Leia aqui: https://goo.gl/pFuusj

No entanto, nem só de palco principal vive um festival, não é mesmo? Nos dois dias de Lollapalooza teremos quase 50 atrações, de diversos gêneros, para ver e, por conta disso, decidimos falar sobre os outros artistas que estão no line-up e prometem conquistar o público nacional.

Como falamos no post de ontem, se teve gente reclamando das atrações principais, imagina do restante dos artistas... Mas mesmo com um pouquinho do descontentamento, deu para perceber que o Lolla, neste ano, está bem diversificado.

É interessante perceber que eles estão superando aquela cara de festival indie e ganhando ares de união de tribos (tem como ser mais paulista do que isso?) sem perder a vibe incrível que sempre proporciona. Ou seja, os ecléticos agradecem.

Mas vamos ao que interessa! Conversando na redação e com alguns amigos e levando em consideração as redes sociais do Lollapalooza, nós listamos as atrações que parecem ser as mais aguardadas do festival e que, com certeza, estão em diversas listinhas de "apresentações que não posso perder". Vamos ver?





The 1975

The 1975 é uma das bandas que já conquistou o coraçãozinho de muitos fãs brasileiros, que se identificam com a mistura entre indie, rock e pop pela qual os caras são conhecidos. Ano passado, depois de uma jogada de marketing que deixou muita gente nervosa (todos os membros da banda deletaram as contas nas redes sociais e deram a entender que o grupo tinha acabado), eles lançaram o segundo álbum da carreira, "I like it when you sleep, for you are so beautiful yet so unaware of it". (Que nomezão da porra, né?)

Somebody Else e The Sound são duas das faixas preferidas dos fãs e devem aparecer na setlist dos britânicos no Lolla. Love Me, escolhida como single principal no álbum e que tem influências claras de David Bowie e Talking Heads, também é uma das mais esperadas.

#ParaConhecer



Tove Lo

Muito se engana quem acha que a Tove (maravilhosa) Lo é cantora de um hit só. Famosa pela música Habits (Stay High), que deixou todo mundo numa bad musical deliciosa, a cantora e compositora sueca (que já escreveu músicas para artistas como Ellie Goulding, Cher Lloyd e Icona Pop) lançou em 2016 o álbum Lady Wood,  que já saiu arrebatando corações de fãs pelo mundo todo.

Cool Girl (que é um hino!), o primeiro single de Lady Wood, é um eletropop bem dançante e que promete fazer a galera curtir muito durante o show da cantora no Lollapalooza. Ela ainda deve cantar outras favoritas dos fãs, mas será que rola um pouco de nostalgia com Habits no palco? Veremos!

#ParaConhecer



Martin Garrix

E tem atração pra quem gosta de música eletrônica? Tem sim, Brenda! O DJ holandês só tem 20 anos e foi considerado, ano passado, como o principal DJ do mundo, segundo o Top 100 DJs da DJ Mag, que já premiou artistas como Tiesto e David Guetta. Não é pouca coisa, né gente?

Ele lançou a faixa In the Name of Love com participação da cantora Bebe Rexha, que é quase uma certeza na setlist do festival. Além de In The Name of Love, Together e Hold On & Believe também devem agitar o palco eletrônico do Lolla. Quem mais tá animado? \o
#ParaConhecer



Two Door Cinema Club

Two Door Cinema Club ou TDCC, é amiga de longa data de quem curte indie. Os caras lançaram o terceiro álbum, Gameshow, em Outubro de 2016, que deve encabeçar a setlist da apresentação no Lolla em março.

A última visita dos irlandeses ao Brasil foi em 2013, para divulgar o álbum Beacon. Apesar de Gameshow não ser tão bom em comparação com os trabalhos anteriores, ainda tem pérolas como Are We Ready? (Wreck) e Bad Decisions, os dois principais singles.

#ParaConhecer



A dinamarquesa Mø já tem lugar cativo no coração da redação: como não amar a voz que consegue ser pop e etérea ao mesmo tempo da música Lean On, em parceria com Major Lazer e DJ Snake? E ela ainda dança em cima de um ônibus em movimento, migos!

Seguindo o sucesso de Lean On, que catapultou a moça para as principais paradas musicais pelo mundo, Mø emprestou os vocais para Cold Water, em parceria com Justin Bieber e Major Lazer além de divulgar músicas do segundo álbum da carreira, como Final Song e Drum
.
A dinamarquesa mostrou que não para e, no começo de 2017, divulgou uma nova música com o duo eletrônico Snakehips. A faixa, intitulada Don’t Leave, fala sobre um relacionamento imperfeito mas funciona mesmo assim.

A gente quer muito que Final Song, uma música perfeita pra vibe festival, e Drum estejam na setlist, o que vocês acham?

#ParaDançarDeNovo (Essa vocês já conhecem, né?)


Melanie Martinez

Vamos falar de um sucesso astronômico e que continua crescendo? A queridinha Melanie Martinez chega com seus tons pastel pra mostrar que o Lolla é diversificado, sim! A americana, que participou do The Voice (#TeamAdam, nada boba), lançou seu álbum de estreia, Cry Baby, em 2015 e a turnê de divulgação já até passou por terras brasileiras. Mas queremos bis, né?

Conhecida por seu estilo musical quase “anormal”, com influências como Kimbra, Lana Del Rey e Regina Spektor, Melanie é uma das grandes apostas dessa edição do festival. No final de 2016 ela lançou um EP exclusivamente em vinil, com três faixas bônus de Cry Baby. Será que vai rolar apresentação com essas novas músicas? Ficamos na torcida!

#ParaConhecer



Também está ansioso para alguma dessas atrações?! Conta pra gente qual você mais quer ver =) E amanhã é dia de falar de artistas nacionais no Lolla. Fiquem acompanhando o especial. 

*Publicação com colaboração de: Sabrina Trizote (aka outra editora do À Paulista) e Matheus Moreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário