#EspecialLollapalooza - artistas brasileiros com raízes bem paulistanas

Foto de Fernanda Uehara
É inevitável, em todas as edições do Lollapalooza alguém reclama das atrações nacionais - estão reclamando muito até das internacionais, né? Está difícil agradar esse povo. Mas aqui na redação a gente é bem nacionalista e defende mesmo o que é nosso.

Por esse e o motivo de 463 anos que São Paulo completa hoje, o post está beeeeem tropical. Ah, antes de mais nada: parabéeeeens, cidaaaaade!

Além de ser aniversário de São Paulo, também faltam exatamente dois meses para darmos play no maior festival de música que acontece aqui. Para comemorar, escolhemos duas atrações paulistanas de cada dia de Lollapalooza 2017 para você ir se preparando.



Criolo

Mesmo se você não é um grande apreciador de rap, com certeza já ouviu falar nele. Criolo começou a carreira na música em 1989, é o criador da famosa Rinha dos MC's, tem o projeto Viva Tim Maia com a rainha Ivete Sangalo e é dono da frase mais famosa sobre São Paulo: "não existe amor em SP", que intitula a música de maior sucesso dele.

No segundo semestre do ano passado, o rapper lançou o álbum Ainda Há Tempo, que deve levar ao palco do festival as músicas Chuva Ácida, Até Me Emocionei, Vasilhame e Ainda Há Tempo (o que vocês acham?). Mas uma que não pode faltar em sua setlist é Convoque Seu Buda, do CD de 2014.

#ParaConhecer


Haikaiss

O grupo de rap foi formado em Santana, lá na Zona Norte da capital, pelos amigos de escola Pedro Qualy, Spinardi e SPVic, hoje, juntos do DJ Sleep. Grande parte de suas músicas falam sobre a amada e odiada São Paulo, uma delas até carrega o nome da cidade.

Se você achou o nome do grupo um tanto quanto exótico, é porque é de origem oriental. Haikai é um estilo de poema japonês, feito, geralmente, em três versos, bem curtinho mesmo.

O último álbum dos meninos é de 2014, mas algumas músicas inéditas foram lançadas depois disso, como Casual e A Praga, que devem compor a setlist junto dos sucessos Filosofia de Boteco, 4 e 21, Sem Graça e Relaxa!.

#ParaConhecer


Gabriel Boni

O DJ nascido em São Paulo ficou estourado na música eletrônica no ano de 2015, o que ocasionou o convite para tocar no Lollapalooza. 

Além disso, o jovem é produtor musical por formação e apresenta-se constantemente em todo o país e mundo afora.

No auge de sua carreira, Gabriel Boni se junta ao time da Entourage para poder se dedicar ainda mais à sua criatividade e ao artista dentro de si.

#ParaConhecer


Daniel Groove

Apesar de ser cearense, o cantor de MPB é radicado em São Paulo e mostra bem que essa cidade acolhe pessoas de todos os lugares, e é isso que a torna tão especial e eclética.

Com mais de 15 anos de música, ele apresenta seu primeiro disco solo Giramundo (2013) e o mais recente, Romance Pra Depois (2016), que devem se dividir bem no último dia do festival. E posso falar? O cara é foooooda!

#ParaConhecer


PS: Gente, preciso deixar aqui registrada minha foto com o Criolo no Lollapalooza do ano passado. Tem tudo a ver, não me xinguem não hahaha.

Qui homão da porra, meus queridos

Nenhum comentário:

Postar um comentário