#EspecialLollapalooza: Eminem arrebenta em última edição do festival

Depois de 6 anos de sua última aparição no Brasil, Eminem destrói no Lollapalooza 2016

Resultado de imagem para eminem lollapalooza brasil 2016
O rapper completou 44 anos nessa segunda-feira (17) e só está cada vez mais gato

O último show do primeiro dia do evento, no sábado (12/3), foi contagiante. Para quem gosta de rap, foi um dos melhores shows de suas vidas. Para quem não gosta tanto assim do estilo musical, a vibe do cantor fez com que todos tivessem uma experiência e tanto.
 

Desde às 11h em Interlagos, o público, mesmo cansado - Eminem entrou no palco por volta das 21h30 -, se animou e levantou para curtir ao som do hit "Lose Yourself". O rapper agradeceu a energia de "sampa", e os Lollalovers foram à loucura.
 

Agora, posso falar? Quem foi à loucura extrema mesmo fui eu! Cheguei no festival pouco antes do único show que eu queria ver no dia (tá, eram umas 18h30, três horas antes) e nem tive tempo de me embebedar direito e consegui alcançar o nível máximo de felicidade que uma pessoa pode sentir.
 

Sério, nunca achei que fosse possível ficar tão feliz quanto eu fiquei aquele momento. Eu agradeço todos os dias por ter a oportunidade de viver a experiência de um show do Eminem.
 

Ver o cara fazer todos aqueles speed flows (não faço ideia se o plural de speed flow é assim kkkk, me julguem) foi ter orgasmos múltiplos a cada segundo de show.
 

Eminem arrebentou também com "My Name Is" e agradou a plateia feminina, mais uma vez, com "Love The Way You Lie", que tem participação de Rihanna.

Ao final do show, o rapper, que não se cansa de bater em nossas caras, fez uma selfie com o público. E, claro, não podia faltar os fogos de artifício para deixar tudo aquilo ainda mais emocionante.

Saiu o lineup do Lolla 2017

https://www.lollapaloozabr.com/wp-www-lollapaloozabr-com/wp/wp-content/uploads/2016/10/af_lolla17_poster_a3_lolladay_161020_sponsor.jpg

Basicamente está dividido assim: sábado para héteras e domingo para LGBTs hahahaha. Zoeira. Mas eu, no caso, estou preferindo mil vezes o segundo dia (vai ter The Weeknd, precisava nem ter o resto das bandas).

Desculpa gente, é que eu me vejo muito alcançando o nível máximo de felicidade, de novo, no show desse canadense foda! Imaginem o álcool misturado com a música False Alarm, vou sair pulando horrores. Convenhamos que orgasmos múltiplos também não faltarão, já que sua playlist é recheada de letras sensuais.

Enfim, se eu tiver de escolher um dia só para comprar meu ingresso, esse dia vai ser domingo, assim como tinha feito para esse ano. Eu comprei domingo por causa do Snoop Dogg, que acabou nem vindo, e no fim das contas eu consegui credencial para cobrir o evento; tive acesso aos dois dias; alcancei o nível máximo de felicidade com Eminem, que nem veria; ainda pude usufruir do lounge do poder.

Por sinal, o lounge do poder é um post à parte, porque que lugar meus queridos. Cheio de famosos, tatuagem de graça, estande com foto em 360º graus, open bar de uísque, tequila, vodka, drinks especiais, cerveja, chopp, massas e sorvete. Um verdadeiro sonho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário