Especial Renato Russo: As 20 melhores frases das músicas da Legião Urbana



 Eu cresci escutando Legião Urbana. Agradeço a minha irmã mais velha e aos meus tios e primos que ostentavam diversos ‘Dois’ e ‘Quatro Estações’ em suas estantes.  Quando eu comecei a ler bem já pegava os encartes dos discos para acompanhar todas as letras, algumas, no auge da infância, nem entendia direito, mas já gostava de cantar a plenos pulmões como Eduardo e Mônica formavam um ótimo casal e como João de Santo Cristo tinha ido à Brasília apenas para pedir para ajudarem a toda gente que só sabia “sofreeeeeer”. (Os vizinhos deviam adorar :P).

Enquanto crescia, as músicas começaram a me moldar. Como não se revoltar escutando 'Índios'? Como acreditar na política após ouvir ‘Que país é esse’? E, principalmente, como não levar a sério a desigualdade social ao escutar os quase 10 minutos de 'Faroeste Caboclo'? Todas as críticas de Renato foram feitas para um momento específico do país, mas, infelizmente, ainda são extremamente atuais. 

Renato morreu em 11 de outubro de 1996, deixou uma legião de fãs que aumentou com o passar dos anos e, assim como muitos ícones na música, foi eternizado na mente e no coração de milhares de pessoas que ainda amam a Legião e o que as músicas representam. 

Para homenagear este artista incrível, hoje, no aniversário de 20 anos de sua morte, o À Paulista listou as 20 melhores frases das músicas da Legião e já aviso, tem muito amor, tristeza e, claro, revolta. Confira:

 “Não temos tempo a perder!” (Tempo Perdido)
 “É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã” (Pais e Filhos – A clássica)
“Quantas chances desperdicei, quando o que eu mais queria, era provar pra todo o mundo, que eu não precisava provar nada pra ninguém” (Quase Sem Querer)
“Então me abraça forte e diz mais uma vez que já estamos distantes de tudo” (Tempo Perdido)
“Mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira” (Quase Sem Querer)
“Ter bondade é ter coragem” (Há tempos)
“Quem tem mais do que precisa ter quase sempre se convence que não tem o bastante” (Índios)
“E mesmo com tudo diferente, veio mesmo, de repente uma vontade de se ver” (Eduardo e Mônica)
"Sei que às vezes uso palavras repetidas. Mas quais são as palavras que nunca são ditas?” (Quase Sem Querer)
“Venha! Que o que vem é perfeição!” (Perfeição)
“Eu posso estar sozinho, mas eu sei muito bem onde estou” (Há Tempos)
“Os sonhos vêm e os sonhos vão e o resto é imperfeito” (Há Tempos)
“Somos o futuro da nação! Geração Coca-Cola” (Geração Coca Cola)
“Eu rabisco o sol que a chuva apagou” (Giz)
“Quando as estrelas começarem a cair, me diz, me diz, pra onde é que a gente vai fugir?” (Angra dos Reis)
“Faço nosso o meu segredo mais sincero” (Daniel na Cova dos Leões)
"Se você quiser alguém em quem confiar, confie em si mesmo” (Mais Uma Vez)
“Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena acreditar no sonho que se tem” (Mais Uma Vez)
"Quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração? E quem irá dizer que não existe razão?" (Eduardo e Mônica)
“Acho que gosto de São Paulo e gosto de São João, gosto de São Francisco e São Sebastião, e eu gosto de meninos e meninas”


Nenhum comentário:

Postar um comentário