Cadê meu nude?


Se você começou a ler esse texto pensando que vou falar sobre nudez, sinto informar que não vai ser dessa vez. Mas calma aí, não vai embora não, prometo que o papo vai ser bom e vai deixar uma reflexão nesta quinta-feira.  Vou falar sobre a cor nude, produtos nesse tom que está na moda hoje em dia, mas, especificamente, sobre o meu nude.

Desde sempre os produtos de beleza foram criados e direcionados para mulheres caucasianas, uma prova disso é quando se procura um produto nude e os tons que mais aparecem são o rosado e famoso bege. Vamos deixar claro uma coisa aqui, nude em português significa nu, e caracteriza a cor que mais se aproxima a tonalidade da pele. Nude não tem uma cor específica, há uma infinidade de tons de pele por aí – aquele lápis de colorir que chamavam de “cor de pele” nunca representou todas as peles, pelo contrário, excluí.  Então... cadê os produtos nudes para a pele negra? Se você procurar por batons, esmaltes, sapatos, camisas nesse foco, encontra uma imensidão de rosa ou bege. Basta jogar na pesquisa do Google “cor nude” para ter certeza disso sem precisar se locomover muito. Há quem diga que o padrão de nude é esse - HAHAHAHA - Não é não! E se falou em “padrão” ao se referir ao tom de pele, já está tudo muito errado, muito errado mesmo, não existe esse padrão e já passou do tempo de se tocarem disso, né?

É aquela história, se não tem, pode deixar que a gente mesmo cria. Com foco na pele negra e vendo essa falta de produtos, Rosangela Silva, criadora do canal Negra Rosa, lançou uma linha de batons para a mulher negra, entre os produtos, tem o que é considerado o nude ideal para as negras, com tom marrom que se adequa às várias tonalidades. Porque sim, não há apenas um tom negro, há uns claros, outros mais escuros, mas todos negros. A linha é super em conta, mas dá para adquirir os batons avulso também. Os nomes e as cores, são um empolderamento por si só, Kinah, Badu e Makena, nomes femininos africanos que significam respectivamente, obstinada, poderosa e feliz.

Graucianna Santos, Élida Aquino e Bárbara Vieira,  desenvolveram o Afrobox, clube de assinaturas que disponibiliza produtos totalmente focados para mulheres negras, você faz a inscrição, contribui com um valor e recebe uma caixa com vários produtinhos para conhecer e experimentar. Possivelmente, vários produtinhos nudes aqui também. Vale a dica!

Tem mais, pra ajudar na busca do nosso nude, e de tudo mais que nos represente, o portal Mundo Negro é uma super força. Anota aí mais essa dica!

Representatividade importa, e isso incluí os produtos também. Nós existimos, consumiremos todos eles e estaremos em todos os lugares!

Para comprar: http://loja.negrarosaloja.com.br/ 
Crédito da Foto: Negra Rosa

É Relações Públicas, a clássica escorpiana ora séria, ora divertida. Sonha mais com a carreira profissional  do que com o dia em que vai usar véu e grinalda. Tem 'respeito' sua palavra de ordem e vive uma desconstrução diária. Não dispensa um livro, café, nem uma boa partida de futebol. Como também não resiste a um ambiente boêmio com as amigas. Por fim, busca ter todo esse poder que seu nome significa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário